Pesquisar

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Liga de magnésio biodegradável revoluciona implantes médicos

Liga de magnésio biodegradável revoluciona implantes médicos: Chega de dores nas mudanças de estação ou ficar travado na porta dos bancos.

Robô-tartaruga ajudará arqueólogos a inspecionar naufrágios

Robô-tartaruga ajudará arqueólogos a inspecionar naufrágios: A equipe se concentrou na manobrabilidade, para que o robô possa entrar no interior das embarcações naufragadas.

Rochas ornamentais brasileiras emitem radônio?

Rochas ornamentais brasileiras emitem radônio?: O radônio é um gás nobre, produzido pelo decaimento radioativo do urânio.

Aluna da Unifei-Itabira é premiada pela Sociedade Mineira de Engenheiros

A aluna Letícia Maria Costa Teixeira, do Curso de Engenharia da Mobilidade da Unifei-Itabira, foi uma das vencedoras do 22º Prêmio SME de Ciência, Tecnologia e Inovação. O anúncio foi feito em solenidade realizada no dia 25 de novembro, no Auditório da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte.
O concurso contou com a participação de estudantes de graduação das áreas de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de todo o Estado de Minas Gerais.
Com o trabalho intitulado “Caracterização dos Resíduos da Construção Civil Gerado no Município de Itabira e Avaliação da sua Aplicação Como Agregado Graúdo na produção de Concretos” a discente conquistou o quinto lugar dentre os vários trabalhos inscritos...

Plataforma inovadora facilita acesso aos dados da economia mineira e do país

DataViva, nova ferramenta apresentada pelo Governo de Minas nesta quarta-feira (27), permite o aperfeiçoamento e a dinamização do controle de dados públicos, em especial sobre exportação e registros de ocupação de municípios brasileiros. A plataforma foi desenvolvida pelo Escritório de Prioridades Estratégicas em parceria com o professor César Hidalgo, do Massachusetts Institute of Technology (MIT), e com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).
O software livre permite a qualquer cidadão brasileiro visualizar dados públicos relacionados a temas estratégicos de uma maneira inédita no país. Com base nas informações disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho e Emprego e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, a primeira versão do DataViva oferece mais de 100 milhões de visualizações interativas, com informações específicas dos municípios brasileiros...

Belo Horizonte faz fama com bairro de startups

Belo Horizonte começa a se posicionar como um destino contundente de startups graças a uma coincidência motivada pelo mercado imobiliário. Os altos preços cobrados para quem quisesse alugar uma sala corporativa no bairro Savassi, local frequentado por jovens e descolados, fez com que os empreendedores se instalassem no vizinho São Pedro. Hoje são 117 startups, 12 espaços de coworking, quatro grupos de investidores e cinco incubadoras em atividade na região, que para ganhar uma roupagem mais globalizada foi informalmente rebatizada de San Pedro Valley.

“A gente passou a se encontrar em uma lanchonete aqui do bairro e, aos poucos, formamos uma comunidade de empresários. Hoje temos um dos movimentos mais organizado do Brasil”, diz Rodrigo Cartacho, sócio da Sympla, uma plataforma online de eventos.

“O clima é de muita cooperação, como tem de ser entre empreendedores. Se eu tenho uma dúvida sobre qualquer coisa, entro na startup do meu vizinho e ele me mostra tudo, processo, técnica, sem nenhum tipo de preocupação de concorrente”, afirma Cartacho, que que já está em seu sétimo negócio.

Dispositivo em desenvolvimento fixa na janela e promete reduzir barulho e dar isolamento acústico

O Sono também possibilita o usuário filtrar os sons que ele deseja ouvir

Quem busca paz, tranquilidade e distância da poluição sonora, ainda mais nos centros urbanos, provavelmente vai adorar essa novidade. Sono é um dispositivo que gruda na janela e promete reduzir ruídos.


O equipamento, além de cancelar o ruído externo de um ambiente, isola os 'barulhos' que você preferir ouvir. Ou seja, o morador de um apartamento que fica em frente a um parque, por exemplo, pode configurar a peça para eliminar o barulho de carros, mas, ao mesmo tempo, pode manter o canto de passarinhos para ouvir sons que são agradáveis.

Isso é o que promete o conceito criado pelo designer industrial austríaco Rudolf Stefanich - conforme informa matéria publicada no site www.extremetech.com.


O produto tem tecnologia que promete anular a vibração da janela, causada pelo som externo. O teste do protótipo proporcionou, com sucesso, o cancelamento de ruído com  sinal de áudio de 12 decibéis.


Gás de xisto: uma revolução energética que pode custar caro

Nos EUA, líder na exploração do gás não convencional, estudos relacionam a técnica do “fracking” a graves problemas ambientais. Brasil terá leilão na quinta


São Paulo – Nesta quinta-feira, o Brasil fará um leilão exclusivo de reservas em terra degás natural, dando o ponta pé inicial ao desenvolvimento do polêmico gás de xisto. A extração do gás não convencional, encontrado em rochas, tem contribuído para uma verdadeira revolução energética nos Estados Unidos, permitindo até mesmo que o país sonhe com sua autossuficiência até 2030...

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Técnicos e Engenheiros de Segurança do Trabalho contribuem para melhores condições de trabalho

Curso de técnico e engenheiro de segurança oferecido pela Fundacentro, no período de 1978 a 1986, formou 100 mil profissionais

Por ACS/D.M.S em 27/11/2013
Foto: Arquivo do Grupo de Resgate Histórico da Fundacentro.
Em comemoração ao Dia dos Técnicos e Engenheiros do Trabalho, a Fundacentro parabeniza todos os profissionais que realizam e desenvolvem ações fundamentais de prevenção de acidentes, promovendo a segurança e garantindo a saúde dos trabalhadores.
A instituição, desde a década de 60, desempenha um papel importante na realização de estudos, pesquisas e fomentação do conhecimento ligado à segurança e saúde no trabalho (SST). Uma das ações fundamentais foi a realização de cursos, dentre eles, o curso de técnico e engenheiro de segurança do trabalho.
Esse curso foi realizado no período de 1973 a 1986, no qual a Fundacentro formou aproximadamente 100 mil profissionais técnicos e engenheiros de segurança. Os cursos para esses profissionais eram realizados diretamente pela instituição ou em convênio com outras Instituições de Ensino no Brasil, tais como: Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidades Federais, Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), Faculdade de Engenharia Industrial (FEI), Universidade Gama Filho, Santa Casa, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Saúde Pública da USP entre outras. Após 1986, as coordenações desses cursos foram passadas para o Ministério da Educação (MEC).
A coordenadora da Coordenação de Educação da Fundacentro, Sônia Maria José Bombardi, informou que em função daPortaria nº 3.214, de 08/06/78, foram criadas as profissões voltadas à área de Segurança e Saúde Trabalho e sendo a Fundacentro a única Instituição, vinculada ao Governo Federal, voltada à área de SST, iniciou-se a realização dos cursos de Engenharia de Segurança do Trabalho, Médicos do Trabalho, Enfermeiros do Trabalho, Auxiliares de Enfermagem do Trabalho e cursos de Supervisor de Segurança do Trabalho, atualmente Técnico de Segurança do Trabalho.
“A Fundacentro, por meio da Coordenação de Educação, em conjunto com os técnicos da instituição, contribuiu de forma decisiva para a formação de massa crítica de profissionais da área de Segurança e Saúde no Trabalho, tendo sido a pioneira nesse campo. O que possibilitou o desenvolvimento e produção de conhecimento técnico nessa área na América Latina”, salientou Sônia.
A Fundacentro produz e fomenta conhecimento sobre segurança e saúde no trabalho e meio ambiente, com isso, realiza cerca de 160 cursos na área de segurança e saúde no trabalho, em vários estados brasileiros, capacitando profissionais da área de SST, de órgãos públicos, empresas e sindicatos. Além de cursos, promove eventos relacionados ao tema.
Em 1985, por meio da Lei nº 7.410, de 27 de novembro, as profissões de Técnico de Segurança do Trabalho e de Engenheiro de Segurança do Trabalho foram regularizadas. Esses profissionais exerciam as suas atividades mesmo antes da lei ser publicada. Para exercer a função de Engenheiro de Segurança do trabalho, é necessário cursar a graduação em engenharia e depois se especializar com uma pós-graduação em segurança do trabalho. O técnico de segurança deve possuir o ensino médio e curso de especialização na área.
As atividades e processos que envolvem a saúde e segurança do trabalhador, assim como, as funções do técnico e do engenheiro de segurança do trabalho, estão registrados nas normas regulamentadoras.
De acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), o técnico de segurança do trabalho elabora e participa na implementação política de saúde e segurança no trabalho. Identificando possíveis acidentes e doenças no ambiente de trabalho e desenvolvem ações educativas que assegurem a vida do trabalhador. O engenheiro de segurança supervisiona e orienta tecnicamente o serviço em diversos segmentos, prevenindo contra qualquer acidente que possa ocorrer no ambiente de trabalho. Também é responsável pela implementação de sistemas de gestão, planejando empreendimentos e atividades produtivas – coordenando equipes, treinamentos e atividades de trabalho.

Patrocínio a eventos técnicos e culturais - 2014

No âmbito de sua estratégia de comunicação, o BNDES pode conceder patrocínio a projetos técnicos e a projetos culturais que:
  • contribuam para a valorização de sua marca;
  • divulguem sua atuação, produtos e serviços junto a públicos de interesse e potenciais clientes; e
  • contribuam para a ação institucional do BNDES no relacionamento com entes públicos e privados visando à consecução de seus objetivos e metas.

Informações específicas para cada categoria de patrocínio

Quem pode solicitar o patrocínio

Os pedidos de patrocínio devem ser apresentados por pessoas jurídicas regularmente constituídas que detenham  – isolada ou conjuntamente – a responsabilidade pela iniciativa.
Não serão objeto de patrocínio, propostas apresentadas por: 
  • pessoas físicas, salvo microempreendedores individuais ou empresários individuais;
  • associações de empregados das empresas integrantes do Sistema BNDES, da ativa ou aposentados;
  • entidades político-partidárias; ou
  • entidades religiosas. 

Eventos não apoiados pelo BNDES

  • Eventos acadêmicos que envolvam apenas a comunidade de uma universidade ou curso específico, sem a participação de outros atores sociais como empresariado, profissionais, terceiro setor, etc.
  • eventos de premiação, à exceção daqueles que integrem a programação de outros tipos de congressos, seminários, simpósios e outros eventos similares;
  • feiras e exposições comerciais nas quais não exista evento de debates associado;
  • eventos cujos valores captados na forma de patrocínio ultrapassem o valor previsto no orçamento global do projeto;
  • eventos de caráter meramente comemorativo, festivo ou de confraternização. 

Projetos convidados 

O BNDES se reserva o direito de apoiar projetos de interesse da instituição, quando identificados como ações de oportunidade ou de continuidade. A instituição não receberá propostas sob a condição de convidadas, cabendo exclusivamente ao BNDES identificar este tipo de projeto.

7 º Congresso Brasileiro de Metrologia

Centro de Artes e Convenções da Universidade Federal de Ouro Preto 24 a 27 de novembro de 2013

Fonte e demais informações: http://www.metrologia2013.ufop.br/

Teste aponta que cadeirinhas para transportar crianças não oferece segurança ideal

De acordo com os testes realizados na Alemanha, os equipamentos não oferecem segurança nos impactos laterais. Dezesseis modelos de cadeirinhas disponíveis no mercado brasileiro passaram pelo exame e nenhum alcançou o índice máximo.

Fonte, vídeo e demais informações: http://globotv.globo.com/rede-globo/bom-dia-brasil/t/edicoes/v/teste-aponta-que-cadeirinhas-para-transportar-criancas-nao-oferece-seguranca-ideal/2981153/

Ensino superior terá de descobrir talentos e investir em tecnologia

Especialistas fazem cinco apostas para o futuro das universidades no mundo


Como serão as universidades daqui a 10, 20 ou 30 anos? Esse foi um dos principais questionamentos lançados a um grupo de pensadores, investidores e empreendedores norte-americanos que se reuniram recentemente na Universidade de Nova York (NYU, na sigla em inglês) para um debate sobre o futuro do ensino superior. Entre os painelistas do encontro estava o presidente da NYU John Sexton, o professor da Escola de Negócios de Harvard, Clayton Cristensen, e Zach Sims, CEO da Codecademy, plataforma gratuita focada no ensino de programação. Todos receberam a mesma missão: levantar seus pontos de vista a respeito do impacto da tecnologia, especialmente do aprendizado on-line, sobre o ensino tradicional...

Aprovada criação de três centros de pesquisa e transferência do museu Mello Leitão para o MCT

Iara Guimarães Altafin

Foi aprovado nesta quarta-feira (27) na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) projeto que determina a criação de três centros de pesquisa: o Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste, o Instituto Nacional de Pesquisa do Pantanal e o Instituto Nacional de Águas. Os novos órgãos estarão ligados ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCT).
O texto prevê ainda a criação de 83 cargos comissionados e a transferência do Museu de Biologia Professor Mello Leitão, localizado em Santa Tereza (ES), do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) para o MCT, alterando ainda sua denominação para Instituto Nacional da Mata Atlântica.
De acordo com o projeto (PLC 55/2013), de autoria do Executivo, o Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste buscará o desenvolvimento econômico e social da região e atuará como facilitador da formação de redes temáticas de pesquisa, identificando oportunidades e necessidades e realizando estudos e projetos interdisciplinares.
O Instituto de Pesquisa do Pantanal terá como foco a instalação de infraestrutura de apoio às pesquisas na região. Também buscará integrar e articular ações, fomentando o desenvolvimento de modelos e bancos de dados para a transferência de conhecimento.
Já o Instituto Nacional de Águas estará voltado à geração de conhecimento e de novas tecnologias para o uso racional dos recursos hídricos, buscando ainda soluções para minimizar impactos das mudanças climáticas e promovendo educação ambiental e melhor gestão dos recursos hídricos.
Mata Atlântica
Na avaliação da relatora na CMA, senadora Ana Rita (PT-ES), a transferência do Museu de Biologia Mello Leitão para o MCT dará maior relevância às ações de preservação à Mata Atlântica. O museu foi criado em 1949, e estava ligado ao Ministério da Cultura.
É considerado uma das mais importantes referências brasileiras para pesquisas da biodiversidade da Mata Atlântica, com um acervo próximo de 40.000 exemplares.
– O museu hoje funciona em precárias condições e a sua transferência para o Ministério de Ciência e Tecnologia será importantíssima para a continuidade do trabalho de proteção da Mata Atlântica – frisou Ana Rita.
Cargos
Os 83 cargos em comissão do Grupo Direção e Assessoramento Superior (DAS) previstos no projeto atenderão, além das unidades de pesquisa a serem criadas, o Instituto Nacional do Semiárido, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e o Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal.
Emenda
O senador Blairo Maggi (PR-MT) apresentou emenda para determinar que o Instituto Nacional do Pantanal seja instalado em Cuiabá, mas Ana Rita rejeitou a sugestão por entender que a determinação deve constar da regulamentação do projeto.
O projeto segue para análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).
Transporte fluvial
Ainda na reunião desta quarta-feira, foi aprovado requerimento do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) para realização de audiência pública sobre o transporte de passageiros pelos rios da Amazônia.
O parlamentar sugere que sejam convidados, entre outros, Bruno Rezende, secretário de Transportes do Estado do Amapá; os prefeitos Clécio Vilhena Vieira, de Macapá, e Robson Freires, de Santana (AP); Carlos Neves de Oliveira, capitão dos Portos do Amapá; e Adalberto Tokarski, da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).
Agência Senado
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Foguete subaquático é inspirado em pinguins

Foguete subaquático é inspirado em pinguins: O pinguim imperador serviu de inspiração para um tipo radical de propulsor subaquático.

Silício negro tem efeito bactericida

Silício negro tem efeito bactericida: Ao matar as células bacterianas com uma velocidade incrível, levanta-se a questão de o que acontecerá com outras células.

Onde ideias viram negócios

Nova incubadora de Itabira nasce com a missão de gerar pelo menos quatro empresas por ano. Primeiro edital de captação será lançado antes de 2014...

Fonte e demais informações: http://www.defatoonline.com.br/noticias/ultimas/26-11-2013/onde-ideias-viram-negocios

Helibrás testa 1º helicóptero militar feito no Brasil

Serão produzidas ao todo 50 aeronaves EC725, uma encomenda do Ministério da Defesa para equipar a frota das três Forças Armadas

Renê Moreira, do 
Itajubá, MG - Com dois meses de antecedência, foi testado em Itajubá, no sul de Minas Gerais, o primeiro helicóptero militar de grande porte produzido no Brasil. O primeiro voo de uma unidade do EC725 Super Cougar, da Helibrás, foi realizado dia 22, na área de ensaios da empresa.
Serão produzidas ao todo 50 aeronaves EC725, uma encomenda do Ministério da Defesa para equipar a frota das três Forças Armadas. O investimento total é de € 1,9 bilhão. A Helibrás é a única fabricante brasileira de helicópteros, sendo responsável no País pela montagem e venda das aeronaves do grupo europeu Eurocopter...


Linktel desenvolve Cidade Digital em Itajubá

Linktel desenvolve Cidade Digital em Itajubá: Cidade mineira irá receber projeto com equipamentos de última geração   A Linktel Corporate desenvolveu o projeto Cidade Digital em Itajubá. Até o final de 2013 os cidadãos e visitantes da cid

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Vida alienígena poderá ser encontrada em planetas roxos

Vida alienígena poderá ser encontrada em planetas roxos: Para encontrar vida alienígena, basta procurar pela cor característica dessa vida.

Realidade aumentada viabiliza trabalho técnico à distância

Realidade aumentada viabiliza trabalho técnico à distância: Um especialista pode ajudar a resolver problemas críticos para os quais o pessoal de operações não está qualificado.

Estaneno: primeiro supercondutor a temperatura ambiente?

Estaneno: primeiro supercondutor a temperatura ambiente?: Passinho à frente, grafeno: vem aí o estaneno, o novo material maravilha.

Táxi elétrico desmistifica autonomia dos veículos a bateria

Táxi elétrico desmistifica autonomia dos veículos a bateria: O EVA é um protótipo de táxi elétrico projetado para grandes centros urbanos.

Foguete russo bate recorde de satélites colocados em órbita

Foguete russo bate recorde de satélites colocados em órbita: Um antigo míssil soviético, fabricado em 1984, bateu o recorde de quantidade de objetos lançados simultaneamente ao espaço.

10 conselhos inspiradores para quem está se formando agora

Para muitos, os próximos dias representam o fim de uma era e início da carreira de verdade. Para quem integra este grupo, selecionamos 10 dicas dos discursos de formatura dos EUA; confira


Robôs ganham feições humanas

JOHN MARKOFF
DO 'NEW YORK TIMES'

Numa manhã recente, Natanel Dukan entrou na sede da fábrica francesa de robôs Aldebaran, em Paris, e observou um dos robôs humanoides da empresa, o NAO, sentado numa cadeira.

Dukan, engenheiro eletricista, não resistiu. Beijou a bochecha do robô. Em resposta, o NAO inclinou a cabeça, tocou o rosto dele e soltou um "smac" audível...

Governo vai lançar pacote bilionário de obras rodoviárias

Minas Gerais, Pernambuco e Bahia recebem maior parte das obras do Dnit, que incluem ainda editais para licitação de quatro pontes

26 de novembro de 2013 | 2h 07

BRASÍLIA - Superada a greve que paralisou boa parte de suas atividades por 74 dias, e após a revisão de projetos e a resolução de entraves em licenciamentos, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) lança nos próximos dias um amplo pacote bilionário de obras rodoviárias em Minas Gerais, Pernambuco e Bahia, além da publicação dos editais para a licitação de quatro pontes no Paraná, Rondônia e Pará.

Depois das recentes concessões à iniciativa privada, o Dnit realizará, agora, a maior parte das obras incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) pelo Regime Diferenciado de Contratações (RDC). "Vamos encurtar prazos e acelerar a entrega das obras", informou o diretor-geral do Dnit, general Jorge Fraxe, ao Estado...

URI implanta usina de energia elétrica no campus de Santo Angelo - Rádio Progresso de Ijuí

URI implanta usina de energia elétrica no campus de Santo Angelo - Rádio Progresso de Ijuí

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Siemens desenvolve aplicativo para medidores de vazão ultrassônicos

A Siemens apresenta o Sitrans Connection, aplicativo para ser usado em medidores de vazão ultrassônicos. O app foi desenvolvido especialmente para medir vazão de materiais nas tubulações de vários setores da indústria, entre os quais os de gás e petróleo, água e esgoto, aquecimento, ventilação e climatização, geração de energia e química e petroquímica...

Sites, aplicativos e criações de baixo custo são vedetes na Tecnofeira 2013

Sites, aplicativos e criações de baixo custo são vedetes na Tecnofeira 2013

Para quem gosta de acompanhar o que os jovens mineiros andam fazendo em termos de tecnologia, vale a pena ir amanhã e sábado ao Minascentro para visitar a Tecnofeira 2013. Em sua 20ª edição, a feira apresenta 57 projetos tecnológicos entre sites, softwares e aplicativos, com soluções para diversos setores, como empresarial, entretenimento, turismo, responsabilidade social, educação, comércio e prestação de serviços e saúde. Todos os trabalhos foram idealizados e desenvolvidos por 450 alunos do terceiro ano, como projeto de conclusão do curso técnico em informática, do Colégio Cotemig...

Menor memória do mundo, bit atômico sobrevive por 10 minutos

Menor memória do mundo, bit atômico sobrevive por 10 minutos: As condições foram ajustadas para que o dado armazenado no spin do átomo ficasse isolado de interferências externas.

Menor transmissor FM do mundo vai acabar no seu celular

Menor transmissor FM do mundo vai acabar no seu celular: O aparelho é um NEMS e foi construído tirando proveito das propriedades mecânicas e elétricas do grafeno.

Super esponjas metálicas são mais fortes que o metal original

Super esponjas metálicas são mais fortes que o metal original: Na escala nanométrica, os sólidos apresentam propriedades mecânicas substancialmente diferentes.

Friburgo, RJ, apresenta detalhes do Plano de Mobilidade Urbana na Firjan

Diversas mudanças estão previstas para melhorar o trânsito do município.
Novas pistas devem ser criadas nas principais avenidas da cidade...

Fonte e demais informações: 
http://g1.globo.com/rj/regiao-serrana/noticia/2013/11/friburgo-rj-apresenta-detalhes-do-plano-de-mobilidade-urbana-na-firjan.html

Ranking mundial de inovação conta com oito empresas brasileiras

Vale, Petrobras e Embraer são algumas que entraram na lista das companhias que mais investem em pesquisa e desenvolvimento...


São Paulo: prédios com mais de três andares podem ser obrigados a instalar telhados verdes

Hoje, a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de São Paulo, no Brasil, vai promover uma audiência pública para discutir um projecto que obriga os condomínios comerciais e residenciais com mais de três andares e instalar telhados verdes nas suas coberturas.
Segundo Marina Santanna, que pediu a audiência, o objectivo é “reduzir os efeitos do aquecimento global nos centros urbanos, a formação de microclimas que ajudem a dissipar o calor nos edifícios e a diminuição dos efeitos das precipitações pluviométricas, entre outras vantagens para o ambiente urbano”.
Entre as entidades convidadas para a audiência, destaque para associações ligadas à arquitectura e habitação, instituições bancárias, tecnologias verdes e resíduos....

R – Ranking de melhores escolas para empreendedorismo

Recentemente, o Poets&Quants criou seu próprio ranking das 20 melhores escolas de MBA para empreendedorismo. Diferentemente de outros rankings sobre o tema, o P&Q escolheu duas variáveis numéricas: (1) o número de startups bem sucedidas nascidas na escola e (2) o investimento atraído por estas. A metodologia restringiu-se a avaliar o ranking das 100 melhores escolas de MBA elaborado também pelo P&Q. O período coberto é de 2008 – 2013.
Esse ranking elevou bem a régua para considerar esses startups bem sucedidos: o valor base que uma delas teve que atrair para figurar no ranking é de pelo menos US$ 1,6 milhão. Ou seja, essas empresas já estão muito distantes daqueles startups que contam com o dinheiro de parentes e amigos para iniciar suas operações.
O ranking, porém, não fez ajustes em relação ao tamanho da classe. Por exemplo, enquanto Harvard tem mais de 800 alunos por ano, Stanford admite a metade desse número por ano. Independentemente das limitações da metodologia, esse estudo do P&Q levanta dados interessantes...

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Aplicativos facilitam a visita a parques e cemitérios de Belo Horizonte

Aplicativos facilitam a visita a parques e cemitérios de Belo Horizonte

Mais de um quinto dos habitantes do planeta estão nas redes sociais

Mais de um quinto dos habitantes do planeta estão nas redes sociais

Mineiros brilham em premiações científicas

Mineiros brilham em premiações científicas

BH terá pelo menos 30 estações para aluguel de bicicletas

BH terá pelo menos 30 estações para aluguel de bicicletas

Projeto “Cavalo de Lata” substitui animais de catadores por veículo elétrico

Sensibilizado com as condições precárias enfrentadas pelos catadores de materiais recicláveis e por animais, que são frequentemente utilizados para transportar pesos excessivos por longos períodos sem descanso, Jason Duani Vargas, engenheiro de produção, desenvolveu o Projeto Cavalo de Lata, um veículo elétrico urbano para coleta seletiva, capaz de carregar até 500 kg.

Criado no final do ano de 2012, o protótipo foi montando a partir de peças de motos e bicicletas sobressalentes nas oficinas mecânicas das proximidades (o que facilita sua manutenção), é ligado a um kit de seis baterias, pode ser recarregado em rede elétrica caseira e tem capacidade para circular por 60 quilômetros numa velocidade aproximada de 25 km/h.

O automóvel movido por eletricidade não emite poluição e consome de dois a seis centavos por quilômetro rodado. Além disso, ainda conta com cintos de segurança, lâmpadas de LED, freios a disco, sinalizadores laterais e faixas reflexivas, seguindo as medidas determinadas pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

No entanto, apesar de beneficiar a saúde dos profissionais que atuam na coleta de reutilizáveis e reduzir o número de bichos que sofrem por maus-tratos, o veículo precisa de apoio para ser produzido e, finalmente, implantado no cotidiano das cooperativas de catadores de lixo. Por isso, o projeto foi colocado na plataforma de financiamento Catarse, com doações a partir de 10 reais. “Se não alcançarmos a meta, os valores serão devolvidos”, afirma o criador do Cavalo de Lata. Veja aqui como apoiar por meio do Catarse ou acompanhar as novidades através da Fanpage.

Fonte e demais informações: http://ciclovivo.com.br/noticia/projeto-cavalo-de-lata-substitui-animais-de-catadores-por-veiculo-eletrico

Espírito Santo inaugura ônibus adaptados para bikes

No percurso entre Vitória e Vila Velha, no Espírito Santo, começaram a rodar ônibus adaptados para bicicletas. O novo sistema está operando desde a última segunda-feira (18) com dois pontos de embarque e desembarque.
Ainda em fase de testes, o trajeto é ligado pela Terceira Ponte, ou seja, o transporte é uma alternativa para atravessar o local, que não possui ciclovia.
“A ponte tem uma rampa muito longa e inclinada, por isso, uma ciclovia nela seria inviável. Pensamos no ônibus como uma solução para os ciclistas ou para o usuário na redução do tempo de viagem, de Vitória a Vila Velha, criamos uma infraestrutura cicloviária que liga os dois municípios”, contou a subsecretária de mobilidade urbana, Luciene Becacici.
O veículo possui lugares adaptados para até 17 bicicletas e seus respectivos donos. O serviço funcionará todos os dias, a partir das seis horas, tendo retorno garantido até às 20h30. Os ônibus têm mecanismos próprios para a fixação das bicicletas, que viajam travadas.
Cada passagem custa R$ 1,25 – valor que foi motivo de reclamação por parte de alguns ciclistas que utilizaram o serviço. Além dessa questão, o sistema, batizado de BikeGV, recebeu outras críticas, apontadas pela reportagem do G1: o fato de o ônibus ter apenas escada ao invés de rampa (o que facilitaria para o ciclista entrar e sair com a bike), as estruturas de fixação de bicicletas não serem compatíveis com modelos esportivos, deixando algumas “soltas” demais, e a própria falta de ciclovias na cidade.
Segundo a Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória (Ceturb/GV), todas as sugestões serão consideradas para melhorar o serviço. Os capixabas podem desfrutar do serviço, localizando os pontos de ônibus na Avenida Carioca (ao lado do Terminal do Transcol), em Vila Velha, e outro na Praça da Ciência, em Vitória.
Redação CicloVivo

Oi abre 448 vagas em 11 cidades do Brasil

A Oi anunciou nesta terça-feira, 19, que abriu sua temporada de caça-talentos. A empresa abriu centenas de vagas, que ocuparão cargos em 11 cidades brasileiras, voltada para o segmento de Pequenas e Médias Empresas.

A companhia divulga que está em busca de 448 profissionais para preencher os cargos de vendedor assistente comercial e supervisor nas cidades Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Caxias do Sul (RS), Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Goiânia (GO), Brasília (DF), Salvador (BA), Recife (PE) e Fortaleza (CE).

Além destas vagas, a Oi também afirma que está concluindo a contratação de 5,2 mil técnicos para atender o novo desenho de gestão da planta interna e tem como objetivo melhorar os serviços da empresa.

Desta forma, a expectativa é que a empresa alcance a marca de 19 mil funcionários até o fim do ano. O número é cerca de 26% maior do que o quadro de empregados no ano passado, que era de 15 mil trabalhadores.

A empresa pede que os interessados nas vagas se inscrevam até o dia 1º de dezembro. Para conferir os requisitos e se candidatar, clique aqui para ir para o site da empresa.

Fonte e demais informações: http://www.oi.com.br/oi/sobre-a-oi/gente

Cemig abre inscrições para preencher vagas do Programa de estágio 2014

Agência Minas - Notícias do Governo do Estado de Minas Gerais

Interessados devem se cadastrar até o dia 8 de dezembro pelo endereço eletrônico do Instituto Euvaldo Lodi (IEL)
Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) abre inscrições, a partir desta quarta-feira (20), para o seu Programa de Estágio 2014. A empresa oferece 224 vagas, sendo 123 para nível superior e 101 para nível médio técnico. O programa é uma ótima oportunidade para estudantes que pretendem se inserir no mercado de trabalho já com experiência profissional de ter estagiado em uma grande empresa.
As inscrições vão até o dia 8 de dezembro e devem ser feitas pelo site do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), por meio do endereço www.fiemg.com.br/iel. O estágio está previsto para começar em fevereiro, com duração de dez meses e carga horária de quatro horas por dia. Os candidatos selecionados receberão bolsa de complementação escolar, nos valores de 1,4 salário mínimo para estudantes de nível superior e 1,1 salário mínimo para os de nível técnico, e terão direito a vale-transporte.
Provas online
O candidato deverá responder, imediatamente após realizar a inscrição pela internet, a uma prova online de conhecimentos gerais e atualidades. Após etapa de inscrição, os candidatos que alcançarem as melhores classificações, conforme os critérios estabelecidos no Regulamento do Programa Estágio Cemig 2014, serão convocados a enviar, por meio eletrônico, os documentos comprobatórios. Após a verificação dos documentos, a Cemig irá entrar em contato com os finalistas para agendamento da entrevista técnica com o gestor da empresa.
Especificações
Para se inscrever, o candidato deve estar matriculado e frequente no penúltimo ou no último ano do curso, para estágio de nível superior. Para estágio de nível médio técnico, o candidato deverá estar no último ano do curso ou, então, ter concluído o curso e necessitar do estágio para obtenção do certificado de conclusão. Para os cursos de tecnologia, os estudantes deverão estar cursando o último ano.
Somente serão aceitas inscrições de estudantes dos cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), conforme consta no site da instituição. Inscrições de estudantes que já tenham cumprido estágio do mesmo curso na Cemig não serão aceitas. Abaixo, segue a relação dos cursos que os alunos devem estar cursando para se candidatar às vagas:
 Nível superior
Administração, Agronomia, Biologia, Ciências Contábeis, Ciências da Computação, Ciências Econômicas, Comunicação Social/Jornalismo, Direito, Economia, Engenharia ambiental,  Engenharia Civil, Engenharia da Computação, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Energia, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Engenharia Estatística, Engenharia de telecomunicações, Geografia,  Planejamento, Processo Gerências, Psicologia, Redes de Computadores, Sistemas de Informação, Sociologia, Tecnologia em Normalização e Qualidade Industrial e Tecnologia Gestão da Qualidade.
Nível técnico
Serão oferecidas vagas nos cursos de Administração, Agrícola, Agrimensura, Automação Industrial, Contabilidade,  Edificações, Elétrica, Eletroeletrônica, Eletromecânica, Eletrotécnica, Eletrônica, Estradas, Gerencial, Gestão da Qualidade, Informática, Mecânica,  Química e Segurança do Trabalho.

Futuros Engenheiros

Sobre o Programa

O Instituto Euvaldo Lodi - IEL, o SENAI e o SESI apresentam o Programa Futuros Engenheiros, desenvolvido no modelo de aprendizagem industrial  - Lei Nº 10.097/2000.

Tudo isso por meio de uma metodologia que lhes permitam aliar conhecimento teórico e prático, vivenciando o dia a dia do mercado e tornando-se, assim, mais preparados em sua profissão.

Público-Alvo

Estudantes do ensino superior, matriculados e frequentes, nascidos a partir de 16/10/1990 (atendendo a Legislação de Aprendizagem)  e que estejam cursando a partir do 5º Período dos cursos de Engenharia Civil, de Minas, Elétrica, Mecânica e afins.

Conteúdo Programático
O Programa contempla abordagens teóricas e práticas, visando atender às demandas do mercado de trabalho, sendo a fase prática a de maior predominância.

Cursos do Programa (240H/Curso)
Operação de Processos em Construção Civil
Cursos Comportamentais (60H/Curso)


Obs.: Os cursos comportamentais são comuns a todos os cursos de qualificação técnica.
Prática Profissional na Indústria (360H/Curso)
A fase prática possibilitará ao estudante vivenciar o setor industrial e obter os conhecimentos práticos complementares referentes aos segmentos das indústrias.
Obs.: O universitário desenvolverá os cursos nas escolas do SENAI e a prática profissional dentro da Indústria, conforme previsto no plano do programa.
Duração do Programa:
 8 meses e meio.
Turnos: Manhã, Tarde ou Noite
Início do Curso: 27/01/2014
Investimento: O curso é gratuito para o universitário.


Locais de realização dos cursos
Processo Seletivo

1ªEtapa - À distância
- Cadastro no site do IEL
-  Análise do histórico escolar

Obs: A declaração contendo a média dos dois últimos semestres cursados deve ser enviada para o email futurosengenheiros@fiemg.com.br até dia 24/11/2013.
2ª Etapa - Presencial
- Análise da “Solicitação de Participação” no Programa feita de próprio punho.
- Dinâmica de Grupo.

3ª Etapa - Pré-matrícula
- Realização da pré-matrícula nas escolas do Senai onde será ofertado o curso.

4ª Etapa – Na empresa- Processo Seletivo realizado pela empresa.
Inscrições: Clique aqui e faça a sua inscrição até o dia 24 de novembro de 2013.

Para mais informações, entre em contato nos telefones: 
(31) 3252-7120/ (31) 3222-8039 ou através do e-mail futurosengenheiros@fiemg.com.br 

90% dos aplicativos possuem falhas de segurança, revela teste


A HP Fortify, braço de segurança corporativa da HP, realizou uma pesquisa para conferir a segurança de aplicativos para dispositivos móveis e aferiu um dado preocupante. Segundo os testes, 90% dos apps possuem ao menos uma vulnerabilidade de segurança.

Os testes foram feitos com os produtos da própria HP para verificar 2.107 aplicativos publicados por 601 das maiores empresas do mundo, presentes no ranking Forbes Global 2000. 

Se você acha que falha de segurança é exclusividade do Android, pense de novo. Os testes foram totalmente feitos no iOS, mas a HP afirma que provavelmente os mesmos problemas se aplicam ao sistema do Google.

Algumas falhas básicas foram encontradas, como a não utilização de recursos de segurança na hora de compilar o aplicativo, falta de criptografia SSL durante a transmissão de dados online. Além disso, 71% apresentaram vulnerabilidades nos servidores.

A pesquisa mostra que 75% dos apps não criptografam de forma adequada os dados guardados no celular e 15% dos apps testados transmitiam dados e senhas por HTTP, sem a criptografia HTTPS/SSL. Dos 85% restantes, 18% usou o protocolo seguro de forma incorreta. Outro problema foi que 86% dos aplicativos verificados não utiliza proteção binária.

Estes problemas podem ser bastante sérios, já que os testes mostraram que 97% dos aplicativos acessa pelo menos um tipo de informação privada para funcionar. 

Carro elétrico é pior que o carro a etanol para o Brasil, dizem Fiat e Mercedes

O carro elétrico não é a melhor solução para melhorar o meio ambiente no Brasil - na opinião dos presidentes de duas das maiores fábricas de veículos do Brasil, a Mercedes-Benz e a Fiat. Para eles, o carro a etanol é a mais viável e eficiente alternativa para reduzir a poluição no Brasil.
 
O presidente da Mercedes-Benz do Brasil, Phillipp Schiemer, e o presidente da Fiat, Cledorvino Belini, dizem que o carro elétrico seria inviável no Brasil, por causa da falta de infraestrutura no setor de energia. E o híbrido (movido a gasolina e a energia elétrica), seria ineficiente.
 
Segundo Phillip Schiemer, a rede elétrica no País não comportaria a utilização em massa de veículos elétricos. "Imagine em um edifício, se dez ouvinte moradores resolvem usar a tomada ao mesmo tempo para abastecer. Isso provocaria um blecaute na cidade inteira", afirmou Schiemer, durante debate promovido pelo Estadão.
 
De acordo com o presidente da Mercedes-Benz, a tecnologia dos carros elétricos precisa ser aperfeiçoada, pois abastecer um veículo em uma tomada comum demora pelo menos dez horas.
 
Ele comentou que os motores a diesel são vistos como mais econômicos na Europa; e que os híbridos (com motorização elétrica e a gasolina) são mais viáveis nos Estados Unidos.
 
No Brasil, as condições atuais da tecnologia e infraestrutura não recomendam, diz ele, o uso de carros elétricos ou híbridos.
 
"A melhor solução para o Brasil é a dos carros movidos a etanol, pois é uma energia renovável e que ajuda a reduzir a poluição e ainda contribui para a economia", afirmou, durante o Fórum Estadão Regiões: Sudeste.
 
O presidente da Fiat, Cledorvino Belini, que também participou do debate, também considera o etanol a melhor alternativa de combustível para os carros no Brasil. "Com os motores flex, o etanol sem dúvida é melhor que os elétricos ou híbridos em temos de eficiência e impacto ambiental", afirmou.
 
Os dois presidentes consideram que existem outras coisas que o Brasil pode fazer para reduzir a poluição, como tirar de circulação os caminhões com tecnologia antiga (euro zero) e obrigar que todos utilizam as tecnologias mais modernas (euro 5).
 
"O benefício para o ambiente é muito melhor do que trocar os carros para motorização elétrica", afirmou Phillip Schiemer.