Pesquisar

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

R – Ranking de melhores escolas para empreendedorismo

Recentemente, o Poets&Quants criou seu próprio ranking das 20 melhores escolas de MBA para empreendedorismo. Diferentemente de outros rankings sobre o tema, o P&Q escolheu duas variáveis numéricas: (1) o número de startups bem sucedidas nascidas na escola e (2) o investimento atraído por estas. A metodologia restringiu-se a avaliar o ranking das 100 melhores escolas de MBA elaborado também pelo P&Q. O período coberto é de 2008 – 2013.
Esse ranking elevou bem a régua para considerar esses startups bem sucedidos: o valor base que uma delas teve que atrair para figurar no ranking é de pelo menos US$ 1,6 milhão. Ou seja, essas empresas já estão muito distantes daqueles startups que contam com o dinheiro de parentes e amigos para iniciar suas operações.
O ranking, porém, não fez ajustes em relação ao tamanho da classe. Por exemplo, enquanto Harvard tem mais de 800 alunos por ano, Stanford admite a metade desse número por ano. Independentemente das limitações da metodologia, esse estudo do P&Q levanta dados interessantes...