Pesquisar

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Japão inicia construção de parque eólico em Fukushima

Está quase pronta a instalação da primeira turbina do parque eólico de Fukushima, que será construído ao longo da faixa litorânea japonesa. O sistema é composto por 140 estruturas flutuantes, e terá capacidade de fornecer um gigawatt de eletricidade, o suficiente para substituir a usina nuclear de forma segura e sustentável.

O projeto do parque eólico foi anunciado no início de 2013, e sua implantação vai demandar investimentos de 226 milhões de dólares, que garantirão o abastecimento de energia limpa para cerca de 1.700 residências – o equivalente à capacidade de um reator nuclear. Flutuando na água do mar, as turbinas ficarão distantes da área contaminada pelo desastre ocorrido em 2011, e a obra deverá ser concluída até 2020.

Segundo informa o New York Times, a responsável pelo projeto é a Universidade de Tóquio, que está concentrando esforços para aumentar a matriz energética de fontes limpas no Japão, país ainda carente na geração de energias renováveis. “Nós estamos abrindo uma nova página na história da geração de energia eólica”, declarou ao jornal norte-americano o engenheiro civil Takeshi Ishihara, que é membro da universidade e coordena o projeto.

O desastre nuclear ocorrido em Fukushima foi o estopim para que o Japão passasse a adotar novas fontes de energia limpa. Em cinco anos, a expectativa é que a capacidade global de energia eólica aumente em duas vezes, diminuindo não só o uso dos reatores nucleares, mas também de usinas de carvão e centrais hidrelétricas ao redor do mundo.

Por Gabriel Felix – Redação CicloVivo