Pesquisar

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Janela inteligente é capaz de armazenar luz solar para gerar energia

Uma janela para edifícios que se adapta às condições climáticas foi desenvolvida por pesquisadores chineses. Trata-se de um sistema que absorve a luz dos raios solares para gerar energia. A tecnologia econômica ainda pode ser uma opção para reduzir a conta de luz.
Já existem janelas que regulam a luz e o calor do sol, como afirma Yanfeng Gao, da Academia Chinesa de Ciências. No entanto, grande parte da energia é desperdiçada, o que não acontece nesse novo projeto. “A principal inovação deste trabalho é que ele desenvolveu um dispositivo conceitual de janela inteligente para geração e economia de energia simultâneas”, diz.

Para chegar ao protótipo, o grupo utilizou óxido de vanádio (VO2) - um material que pode ser usado como uma cobertura transparente para regular a radiação infravermelha do sol. O composto químico será um grande aliado para os engenheiros, que já há certo tempo buscavam uma maneira de implantar células fotovoltaicas às vidraças sem prejudicar a transparência.

Abaixo de um determinado nível, o VO2 funciona como um isolante e permite a penetração da luz infravermelha, mas também, dependendo da temperatura, torna-se reflexivo. De forma que, uma janela com VO2 regula a quantidade de energia do sol que entra em um prédio, assim como dissipa a luz para células solares dispostas nos painéis de vidro. O sistema pode, inclusive, acender uma lâmpada.

“Edifícios e outras estruturas feitas pelo homem consomem de 30 a 40% de energia para aquecimento, arrefecimento, ventilação e iluminação. Este fenômeno tende a aumentar com o crescimento da população e o consumo de energia, por isso a capacidade de reduzir tornou-se uma prioridade urgente. O projeto, que combina economia e geração de energia elétrica, sugere uma nova e importante visão sobre a resolução do consumo de energia”, afirma o estudo. Veja a pesquisa detalhada aqui

Com informações do G1.
Redação CicloVivo