Pesquisar

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Nordeste é a nova menina dos olhos da indústria mecânica

Investimento em grandes estruturas, como a instalação de novos estaleiros, refinaria de petróleo e siderurgia, exposição do Estado na política e vinda de marcas reconhecidas no mundo, são alguns dos fatores que fazem Pernambuco a nova menina dos olhos da indústria mecânica do País. Na 19ª edição da Feira da Indústria Mecânica, Metalúrgica e de Material Elétrico de Pernambuco – Fimmepe Mecânica Nordeste 2013 – o otimismo domina o ânimo dos organizadores.
O evento começou nesta terça-feira (22) e segue até a próxima sexta-feira (25), no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, e espera receber mais de 11 mil pessoas. Com 203 estandes, 35% a mais do que as expectativas da organização, espera-se alcançar R$ 120 milhões em negócios durante a feira, valor que não está incluído as negociações de grande porte esperadas durante a rodada de negócios. Paralelamente ao evento, a partir desta quarta-feira (23), acontece a Pernambuco Petroleum Business, conferência realizada pelo Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP).
A diretora de eventos da Reed Exhibitions Alcântara Machado, empresa que assume a organização do evento a partir deste ano, Liliane Bortoluci, explica que a parceria entre a empresa e o evento se dá a partir de uma pesquisa que evidenciou um mercado crescente na região.
Esta fusão atraiu expositores com nome forte no mercado que expõem pela primeira vez evento, como é o caso do Grupo Bener, atraído não somente pelo potencial da região, como pela confiabilidade que a organização do evento leva pela tradição de eventos no setor. “Em médio e longo prazo, as expectativas para a região são excelentes, o que dará um ritmo de crescimento local”, diz o diretor comercial do Grupo, Wilson Borgneth.
O empresário Alexandre Assis, diretor da Valmaster, entretanto, frequenta a feira muito antes de se tornar empresário. Para ele o evento vem crescendo timidamente, mas com potencial de crescimento. “Há um grande interesse em se mostrar para as grandes empresas que estão se instalando por aqui, como para empresas que aqui já estão”, comenta Assis...