Pesquisar

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Motorola anuncia Ara, um projeto aberto de hardware

RIO - Depois do Moto X Maker, a Motorola Moblity — uma empresa do Google — deu novo passo na customização de smartphones. A empresa anunciou nesta terça-feira o Ara, uma plataforma de hardware já sendo trabalhada há cerca de um ano e que é totalmente aberta à personalização, permitindo que o usuário mais habilidoso desenvolva seus próprios smartphones.
"Nós queremos fazer pelo hardware o que a plataforma Android tem feito pelo software: criar um ecossistema de desenvolvedores de terceiros vibrante, diminuir as barreiras para quem quiser entrar, aumentar o ritmo de inovação e comprimir substancialmente prazos de desenvolvimento", disse a Motorola em um post em seu blog oficial, explicando que se trata de uma iniciativa derivada de sua campanha com seus meses de duração em que, usando o caminhão “Sticky”, realizou um tour pelos EUA fazendo demonstrações práticas (make-a-thons) de seus produtos.
Segundo o site “TheNextWeb”, a Motorola diz que vai começar a convidar os desenvolvedores a criar módulos para o ambicioso projeto em poucos meses, enquanto trabalha com Dave Hakkens, o criador do Phonebloks, e com a comunidade Phonebloks para explorar as possibilidades de smartphones totalmente personalizáveis. Um vídeo ilustra bem o conceito, em <http://goo.gl/io6Ba5>.
“Nosso objetivo é conduzir uma relação mais pensativa, expressiva e aberta entre usuários, desenvolvedores e seus telefones. Para dar a você, usuário, o poder de decidir o que o seu telefone faz, como ele parece, do que e onde é feito, quanto custa e quanto tempo você vai ficar com ele”.
O Projeto Ara inclui “endos” (de endoesqueleto) e “módulos”. Os módulos são as “faíscas criativas” — um processador, bateria ou teclado — enquanto os endos mantêm o dispositivo coeso e lhe dão forma.