Pesquisar

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Edison2 busca parceiros da indústria de plástico no Brasil

O CEO da empresa Edison2, Oliver Kuttner, responsável pelo conceito e a criação do protótipo automotivo Very Light Car (carro muito leve, em tradução livre) tem interesse em criar parcerias com a indústria de plástico brasileira. Kuttner esteve na última semana em Joinville, Norte de Santa Catarina, durante o I Congresso Nacional de Engenharias da Mobilidade.

Na oportunidade ele contou ao CIMM que não estava no Brasil somente para palestrar, mas para criar novas parcerias. “A indústria de plástico é muito forte no País”, diz. Enquanto o VLC garante uma plataforma segura aos passageiros, ele acredita que não há necessidade do veículo ter uma carcaça de metal e materiais pesados. “Hoje em dia parte dos veículos já são feitos de plástico”, adiciona Kuttner.
 
Ele acredita e tenta provar com o VLC que daqui a alguns anos os automóveis deixarão de ser descartáveis. “Em 20 anos, 50% dos carros serão feitos em parte de plástico”, afirma. Uma vez que a carcaça é feita de plástico, ela pode ser reciclável ou alterada conforme a necessidade ou vontade do dono. “Um VLC nunca será jogado no lixo. Você poderá fazer a integração de peças em plástico que não podem ser produzidas em metal”, explica. Kuttner lembra que a última plataforma automotiva foi criada em 1959, e desde então nunca foi mudada.
 
VLC
 
A plataforma desenvolvida pela Edison2 foi criada, inicialmente, para participar da competição chamada X Prize. Em 2010, a equipe foi premiada com U$ 5 milhões pela fundação organizadora do evento, a X Prize Foundation, que oferece grandes prêmios através da competição para incentivar inovação e tecnologia. Desde então, o protótipo do Very Ligh Car (VLC) tem sido aperfeiçoado e transformado em um conceito de veículo híbrido ou elétrico comercializável.
 
Ele garante que o VLC poderá invadir o mercado automotivo em poucas décadas por razões que considera simples: componentes leves, baixo custo, eficiência, seguro e sustentável. Com um design simples, Edison 2 trabalha no protótipo com materiais mais leves e mais baratos do que o mercado atual, o que garante um preço abaixo do mercado. O VLC também apela pela sustentabilidade.  Materiais leves e recicláveis, como alumínio e aço e compósitos e plásticos convencionais, substitui materiais pesados e de difícil descarte.
 
Kuttner foi convidado para abertura do evento, que ocorreu na última terça-feira (15), onde pode explicar aos estudantes presentes o conceito de uma nova plataforma para o mercado automobilístico que desenvolve há anos. Para ele é importante mostrar esta tecnologia para jovens estudantes, futuros engenheiros que daqui a alguns anos poderão estar envolvidos com o conceito que para Kuttner irá mudar a atual forma de fabricar automóveis no mundo.