Pesquisar

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Cisco abre Centro de Inovação no Brasil, mas alta do dólar preocupa a companhia

Por Redação Olhar Digital - em 23/08/2013 às 18h00

A alta do dólar pode afetar os negócios da Cisco no Brasil no curto prazo, disse o presidente da companhia, Rodrigo Dienstmann, ao Valor Econômico, em evento de inauguração do Centro de Inovação no Rio de Janeiro. Segundo ele, a volatilidade da moeda americana pode desacelerar os investimentos em tecnologia. 

O Brasil é um mercado atraente para a Cisco, pois investe menos em tecnologia do que as economias desenvolvidas. Este quadro, na visão do executivo, revela a existência de um grande potencial para a companhia atuar. Desde o ano passado, a Cisco investiu US$ 21 milhões em dois fundos de capital de risco focados no fomento de empresas novatas no Brasil.


Agora, o Centro de Inovação irá desenvolver sistemas voltados para áreas de segurança pública, desenvolvimento urbano e indústria de óleo e gás. A tecnologia M2M, sigla para a comunicação entre máquinas via internet, também terá destaque no local, assim como a transmissão online de vídeos.


A companhia planeja atrair parcerias com incubadoras, centros de pesquisa e universidades. O centro vai gerar 50 empregos diretos e 1,5 mil indiretos.